Processo de cicatrização.

Hoje em dia, fazer uma tatuagem se tornou algo comum. Se você está pensando em fazer a primeira tatuagem ou acabou de fazer uma e está em dúvida sobre como cuidar da sua arte, vamos te ajudar nesse processo!

1. Como é feita a tatuagem?

A tatuagem é feita por meio da injeção de uma tinta específica na derme, região da pele que fica localizada abaixo da epiderme. Com isso, o pigmento fica estável na derme por ser formado por partículas grandes, que não são degradadas ou absorvidas pelo organismo. Para atingir a profundidade adequada, as agulhas usadas têm cerca de dois milímetros. Caso não atinjam a derme, a tatuagem acaba sumindo pelo processo natural de descamação da pele.

2. Cicatrização da tatuagem

Ao fazer uma tatuagem, muitas vezes esquecemos que, logo no início, ela se trata de uma ferida aberta que necessita cicatrizar. Existem 3 fases da cicatrização da tattoo:

2.1. Primeira fase da cicatrização da tatuagem

Assim que o tatuador termina o desenho, a tatuagem começa o seu processo de cicatrização. Aqui, ela ainda está em fase de ferida aberta, e precisa ser lavada e então coberta por um filme durante, pelo menos, 24 horas, trocando o curativo com frequência. Nesta fase, a tattoo poderá doer um pouco e ficar inchada. A formação de crostas também é comum nesta fase.

2.2. Segunda fase da cicatrização da tatuagem

Aqui, as crostas começam a descamar. É comum aparecer uma pequena coceira ao redor da tatuagem. É essencial não remover as casquinhas da tatuagem, já que, além de ferir a pele, você pode remover pigmento junto, além de comprometer o processo de cicatrização. É importante manter a região bem hidratada.

2.3 Terceira fase da cicatrização da tatuagem

Essa é a última fase da cicatrização da tatoo, em que as crostas já terão saído quase por completo. No entanto, ainda existirá uma camada de células mortas sobre o desenho, o que faz com que ele tenha uma aparência menos vibrante que nos primeiros dias.

Tatuagem para iniciantes

Vamos começar dando algumas dicas para os tatuadores(as) que estão iniciando na arte de tatuar.

  • NÃO SE APRESSE

Você não vai fazer o traço lindo ou a pigmentação perfeita na primeira tentativa e, provavelmente, não vai fazer na segunda ou terceira também. Então, tenha foco, não desanime por causa dos primeiros resultados.

  • MATERIAL DE QUALIDADE

Não caia nessa que material de tatuagem é tudo igual.
Infelizmente, muitos iniciantes caem na falsa ilusão de que qualquer kit de tatuagem vai ajudar e infelizmente isso não é verdade. Alguns kits já montados, vem com materiais que não são apropriados para tatuagem, como: tinta falsa, máquina desregulada… além de não serem aprovadas pela ANVISA e por não terem muita qualidade, acaba trazendo mais dificuldade para quem começa, o que faz você pensar que não leva jeito e te faz desistir do seu sonho.

  • MUITO ESTUDO

Tudo o que pretendemos fazer na vida é preciso estudar, não é verdade?
Mas, muito artistas acabam parando no tempo. O mercado da tatuagem está em constante evolução, tanto de equipamentos, quanto aos estilos e técnicas.
Então se você quer se destacar, invista nos estudos, sempre.

  • PROCURE ARTISTAS PARA SE INSPIRAR

Como em tudo na vida, temos algumas pessoas que nos inspiram. Então, procure tatuadores, pintores, escultores, que te inspiram de alguma forma.

NÃO SE COMPARE

Se você está começando agora, para que ficar se comparando com o tatuador famoso, que tatua há 20 anos!
Cada um tem sua história e caminho para trilhar e é isso que te torna especial.

Fale sobre você (exemplo de post)

Este é um exemplo de post, publicado originalmente como parte da Blogging University. Inscreva-se em um dos nossos 10 programas e comece o seu blog do jeito certo.

Você vai publicar um post hoje. Não se preocupe com a aparência do seu blog. Não tem problema se você ainda não tiver dado um nome para ele ou se parecer complicado. Basta clicar no botão “Novo post” e dizer por que você está aqui.

Por que fazer isso?

  • Para contextualizar novos leitores. Qual seu objetivo? Por que as pessoas deveriam ler seu blog?
  • Isso ajudará você a se concentrar nas suas próprias ideias para seu blog, bem como o que você pretende com ele.

O post pode ser curto ou longo, uma introdução à sua vida ou uma declaração de missão para o blog, um manifesto para o futuro ou um simples resumo dos tópicos que você planeja publicar.

Para ajudar você a começar, confira algumas perguntas:

  • Por que você está fazendo um blog público, em vez de manter um diário pessoal?
  • Sobre quais assuntos você quer escrever?
  • Com quem você gostaria de se conectar por meio do blog?
  • Se você usar o blog direitinho durante o próximo ano, o que espera conquistar?

Você não precisa se ater a nada disso. Uma das partes mais interessantes sobre os blogs é que eles evoluem constantemente enquanto aprendemos, crescemos e interagimos uns com os outros, mas é sempre bom saber de onde e por que você começou. Além disso, organizar seus objetivos pode dar ideias para outros posts.

Não sabe por onde começar? Escreva o que vier primeiro à cabeça. Anne Lamott, autora de um livro sobre escrita que amamos, diz que você precisa se permitir escrever um “primeiro esboço ruim”. Anne tem razão. Comece a escrever e se preocupe em editar depois.

Quando estiver tudo pronto para publicar, selecione de três a cinco tags que descrevam o foco do seu blog, como escrita, fotografia, ficção, maternidade, gastronomia, carros, filmes, esportes ou o que for. Essas tags ajudarão as pessoas que se interessam por esses tópicos a encontrar seu blog no Leitor. Não deixe de incluir a tag “zerotohero” para que novos blogueiros também encontrem você.

Fale sobre você (exemplo de post)

Este é um exemplo de post, publicado originalmente como parte da Blogging University. Inscreva-se em um dos nossos 10 programas e comece o seu blog do jeito certo.

Você vai publicar um post hoje. Não se preocupe com a aparência do seu blog. Não tem problema se você ainda não tiver dado um nome para ele ou se parecer complicado. Basta clicar no botão “Novo post” e dizer por que você está aqui.

Por que fazer isso?

  • Para contextualizar novos leitores. Qual seu objetivo? Por que as pessoas deveriam ler seu blog?
  • Isso ajudará você a se concentrar nas suas próprias ideias para seu blog, bem como o que você pretende com ele.

O post pode ser curto ou longo, uma introdução à sua vida ou uma declaração de missão para o blog, um manifesto para o futuro ou um simples resumo dos tópicos que você planeja publicar.

Para ajudar você a começar, confira algumas perguntas:

  • Por que você está fazendo um blog público, em vez de manter um diário pessoal?
  • Sobre quais assuntos você quer escrever?
  • Com quem você gostaria de se conectar por meio do blog?
  • Se você usar o blog direitinho durante o próximo ano, o que espera conquistar?

Você não precisa se ater a nada disso. Uma das partes mais interessantes sobre os blogs é que eles evoluem constantemente enquanto aprendemos, crescemos e interagimos uns com os outros, mas é sempre bom saber de onde e por que você começou. Além disso, organizar seus objetivos pode dar ideias para outros posts.

Não sabe por onde começar? Escreva o que vier primeiro à cabeça. Anne Lamott, autora de um livro sobre escrita que amamos, diz que você precisa se permitir escrever um “primeiro esboço ruim”. Anne tem razão. Comece a escrever e se preocupe em editar depois.

Quando estiver tudo pronto para publicar, selecione de três a cinco tags que descrevam o foco do seu blog, como escrita, fotografia, ficção, maternidade, gastronomia, carros, filmes, esportes ou o que for. Essas tags ajudarão as pessoas que se interessam por esses tópicos a encontrar seu blog no Leitor. Não deixe de incluir a tag “zerotohero” para que novos blogueiros também encontrem você.

Fale sobre você (exemplo de post)

Este é um exemplo de post, publicado originalmente como parte da Blogging University. Inscreva-se em um dos nossos 10 programas e comece o seu blog do jeito certo.

Você vai publicar um post hoje. Não se preocupe com a aparência do seu blog. Não tem problema se você ainda não tiver dado um nome para ele ou se parecer complicado. Basta clicar no botão “Novo post” e dizer por que você está aqui.

Por que fazer isso?

  • Para contextualizar novos leitores. Qual seu objetivo? Por que as pessoas deveriam ler seu blog?
  • Isso ajudará você a se concentrar nas suas próprias ideias para seu blog, bem como o que você pretende com ele.

O post pode ser curto ou longo, uma introdução à sua vida ou uma declaração de missão para o blog, um manifesto para o futuro ou um simples resumo dos tópicos que você planeja publicar.

Para ajudar você a começar, confira algumas perguntas:

  • Por que você está fazendo um blog público, em vez de manter um diário pessoal?
  • Sobre quais assuntos você quer escrever?
  • Com quem você gostaria de se conectar por meio do blog?
  • Se você usar o blog direitinho durante o próximo ano, o que espera conquistar?

Você não precisa se ater a nada disso. Uma das partes mais interessantes sobre os blogs é que eles evoluem constantemente enquanto aprendemos, crescemos e interagimos uns com os outros, mas é sempre bom saber de onde e por que você começou. Além disso, organizar seus objetivos pode dar ideias para outros posts.

Não sabe por onde começar? Escreva o que vier primeiro à cabeça. Anne Lamott, autora de um livro sobre escrita que amamos, diz que você precisa se permitir escrever um “primeiro esboço ruim”. Anne tem razão. Comece a escrever e se preocupe em editar depois.

Quando estiver tudo pronto para publicar, selecione de três a cinco tags que descrevam o foco do seu blog, como escrita, fotografia, ficção, maternidade, gastronomia, carros, filmes, esportes ou o que for. Essas tags ajudarão as pessoas que se interessam por esses tópicos a encontrar seu blog no Leitor. Não deixe de incluir a tag “zerotohero” para que novos blogueiros também encontrem você.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora